Celulose Notícias

Fibria e sindicato seguem com negociações para os reajustes

Negociação se arrasta desde agosto do ano passado; decisão deve ser tomada em assembleia, no dia 30

fibria-terminal-2

Funcionários da Fibria, fábrica de celulose instalada em Três Lagoas, estudam uma nova proposta de reajuste salarial oferecida pela empresa na última terça-feira (23), em reunião com representantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Papel e Celulose (Sititrel). A proposta será votada em assembleia pelos trabalhadores.

BANNER CENTRAL

Segundo o sindicato, os novos valores são: reajuste salarial de 2.44%, ticket de R$ R$ 269, abono salarial de R$ 1.650, auxílio creche de R$ 508, auxílio filho excepcional de R$ 1.329 e piso salarial de R$ 1.558. “Iremos levar para assembleia e os trabalhadores irão decidir se aceitam ou não”, explicou o presidente do sindicato, Almir Morgão. A apuração dos votos irá acontecer logo após o último dia de assembleia, na terça-feira (30).

No fim do ano passado, trabalhadores da Eldorado e da International Paper já haviam aceitado as propostas das empresas.

jpnews.com.br

LEIA TAMBÉM

Comente com Facebook

Comentários