Celulose Notícias

CMPC retoma produção de celulose em sua segunda linha no Rio Grande do Sul

cmpc

A linha 2 de Guaíba, com capacidade para 1,3 milhão de toneladas por ano, estava parada desde 13 de julho.

CMPC

A chilena CMPC informou nesta terça-feira, em nota à imprensa, que retomou a operação da linha 2 da fábrica da Celulose Riograndense, em Guaíba (RS). Conforme a companhia, o volume de produção de celulose de eucalipto na linha será gradualmente elevado nos próximos 30 dias, alcançando no início de 2018 as condições de capacidade instalada.

Segundo a empresa, esforços técnicos e logísticos permitiram “adiantar em uma semana o reinício da produção da linha 2″, previsto para o próximo sábado, dia 11.”Tanto o fabricante da caldeira de recuperação como a equipe executiva e técnica de CMPC realizaram um importante esforço para reiniciar o quanto antes as operações da linha 2, sem deixar de cumprir com os parâmetros de qualidade e excelência dos trabalhos realizados”, diz na nota o gerente-geral da CMPC, Hernán Rodríguez.

VALMET-BANNER

Testes realizados no fim de semana pela Celulose Riograndense na linha 2 foram bem sucedidos e envolveram o reinício da operação da caldeira de recuperação, na qual um incidente, no começo do ano, acabou resultando em uma parada para manutenção de quase quatro meses.

A linha 2 de Guaíba, com capacidade para 1,3 milhão de toneladas por ano, estava parada desde 13 de julho. A linha 1, que está apta a produzir 450 mil toneladas anuais, operou normalmente nesse período.

economia.uol.com.br

Comente com Facebook

Comentários